Novidades na BE








 Literatura





 Educação Literária


Uma nova coleção oferecida pela Porto Editora, para apoiar a Educação Literária, de livros com obras e textos literários de leitura recomendada de autores lusófonos e estrangeiros, indicados pelas Metas Curriculares de Português do Ensino Básico e Secundário.

 A AbóbadaA Viúva e o PapagaioO Gigante Egoísta e O Príncipe Feliz
Seleção de Contos Populares PortuguesesO Alienista
Seleção de Contos para a Infância


(imagem em escada)

 «Desde 1993, ano que viu surgir três trabalhos de referência sobre a obra de Jorge de Sena, na Universidade do Porto e na Universidade da Califórnia, em Santa Barbara, que não havia uma tese universitá- ria com a importância desta. Mécia de Sena, com a habitual economia de expressão que a caracteriza, de?niu-ma como “um monumento”. Com efeito, a partir de agora, não é mais possível ler e estudar Si- nais de Fogo, ou mesmo abordar alguns aspectos da obra multímoda de Jorge de Sena, e em especial a questão fulcral do erotismo, sem fazer referência a esta investigação de Jorge Vaz de Carvalho, que veio suprir uma lacuna imensa no estudo e na recepção de um dos romances fundamentais do século XX.»
Do Prefácio, de Jorge Fazenda Lourenço


                             --------------------------------------------------------------------------------------

A Europa orgulha-se do seu modelo social, que tem até aqui conferido aos estados que a compõem o traço distintivo mais marcante – o seu sistema de previdência, que assegura a justiça social e confere coesão às suas sociedades. Nos anos mais recentes, porém, este modelo tem estado sujeito a grandes pressões, resultando, por exemplo, numa taxa de desemprego persistentemente alta, gerando desilusão em relação ao projecto de uma Europa conjunta. Anthony Giddens distingue-se entre os que têm contribuído para o debate alargado sobre uma reforma urgente deste modelo, analisando a nova conjuntura a que o projecto europeu terá de se adaptar delineando um programa de reformas inovador que lhe permita continuar a gerar prosperidade e justiça.

--------------------------------------------------------------------------------------

O modelo neoliberal subjacente à actual globalização inscreveu a dinâmica das desigualdades na repartição do rendimento como sendo o motor central desta economia global. Desigualdades no interior de cada país, desigualdades entre os países, desigualdades na apropriação dos recursos constituem assim a linha de abertura deste livro. É urgente repensar esta globalização tendo em vista uma melhor regulação da economia. É urgente criar mecanismos de cooperação económica à escala internacional... Um livro a não perder!

         --------------------------------------------------------------------------------------
                     






Este volume recolhe textos reelaborados de oito comunicações proferidas no ciclo de Conferências "O Guardador de Papeis", no âmbito das celebrações dos 120 anos do nascimento de Fernando Pessoa (1888-2008) que tiveram lugar na Casa Fernando Pessoa.

Os textos vêm acompanhados de imagens e todas as transcrições de autógrafos pessoanos foram revistos de forma a permitir ao leitor uma aproximação ao aspecto gráfico e à heterogeneidade dos originais, e com o propósito de corrigir leituras erradas, não permitindo lacunas.



                       ---------------------------------------------------------------------------------------------

Leonor, Alcipe, condessa d’Oeynhausen, marquesa de Alorna - nomes de uma mulher única e invulgarmente plural. Chamei-lhe Senhora do Mundo. Poderia ter-lhe chamado senhora dos mundos. Dos muitos mundos de que se fez senhora. Inconfundível entre as elites europeias pela sua personalidade forte e enorme devoção à cultura, desconcertou e deslumbrou o Portugal do séc. XVIII e XIX, onde ser mãe de oito filhos, católica, poetisa, política, instruída, inteligente e sedutora era uma absoluta raridade.
Viveu uma vida intensa e dramática, mas jamais sucumbiu. Privou com reis e imperadores, filósofos e poetas, influenciou políticas, conheceu paixões ardentes, experimentou a opulência e a pobreza, a veneração e o exílio. Viu Lisboa e a infância desmoronarem-se no terramoto de 1755, passou dezoito anos atrás das grades de um convento por ordem do Marquês de Pombal e repartiu a vida, a curiosidade e os afectos por Lisboa, Porto, Paris, Viena, Avinhão, Marselha, Madrid e Londres.
Marquesa de Alorna, Senhora do Mundo é uma história de amor à Liberdade e de amor a Portugal. A história de uma mulher apaixonada, rebelde, determinada e sonhadora que nunca desistiu de tentar ganhar asas em céus improváveis, como a estrela que, em pequena, via cruzar a noite.

                        ---------------------------------------------------------------------------------------------

Miguel, o rapaz mais velho dos 7 irmãos, está a braços com muitos problemas inesperados: a Inês aproxima-se sem razão aparente; a Rita está magoada com as suas atitudes e batotas; o Zeca, o amigo surfista, apanha uma onda errada, gerando uma outra onda gigante de solidariedade e entreajuda.
Como se não bastasse, agora no final do 11º ano, as notas começam a descer e o estágio de futebol, no Porto, fica comprometido. Os pais não lhe facilitam a vida e os caminhos que escolhe parecem ser sempre os menos certos. No meio destas aventuras, que marcam o seu dia-a-dia, a Maria regressa dos Estados Unidos, depois de um ano de ausência, e vem muito diferente!
Quase a entrar em férias grandes, o Miguel vê o seu principal sonho desmoronar-se… ou talvez não! Irá perder o desafio e deixar-se vencer pelas adversidades da vida? Ou será ele capaz de se lançar num poderoso contra-ataque?
Neste livro o Miguel muda, cresce, amadurece e… muito mais!

Sem comentários: